Após decisão da Petrobras, preços devem voltar a cair

Em Santa Cruz do Sul, na tarde de sábado os preços da gasolina comum variavam entre R$ 4,77 e R$ 4,79 nos postos pesquisados

A decisão da Petrobras de reduzir o preço da gasolina e do óleo diesel nas refinarias, em vigor desde sábado, deve começar a ser observada pelos consumidores nos próximos dias. Ao menos essa é a tendência, segundo fontes ligadas ao setor de combustíveis.

Ainda é cedo para saber o real impacto do corte mais recente, pois o repasse nas bombas não é automático. Na conta entra o custo operacional dos postos, transportes, mão de obra e ainda os tributos municipais e estaduais, bem como a margem de lucro dos estabelecimentos.

Desde sábado, o preço do litro da gasolina caiu nas refinarias R$ 0,1399 e o do óleo diesel, R$ 0,1383. Segundo o economista-chefe da ES Petro Soluções em Petróleo e Combustível, Edson Silva, a redução anunciada pela petroleira está em linha com sua política de preços, em vigor desde outubro de 2016 e reformulada em julho de 2017.

“Por ela, o preço dos combustíveis produzidos por suas refinarias deve flutuar de acordo com a variação do dólar e do petróleo no mercado internacional”, diz. E em maio, o barril do produto de referência no mercado norte-americano recuou 16%. “É a maior queda mensal desde novembro de 2018.” Já no mercado interno, Silva destaca que o preço do diesel praticado no Brasil pela petroleira aumentou 2,57% e o da gasolina reduziu 4,44%, em maio.

“Difícil estimar, mas a tendência é de queda nos preços ao consumidor nos próximos dias ou de se manterem estáveis. A própria Petrobras tem espaço para uma nova redução”, esclarece Edson Silva.

 Em Santa Cruz do Sul, a reportagem da Gazeta do Sul percorreu alguns postos de combustível do Centro na tarde de sábado para pesquisar os preços praticados. O litro da gasolina comum estava sendo vendido, em média, a R$ 4,78, enquanto o da aditivada custava R$ 4,89. No estabelecimento com a gasolina mais barata, era possível encontrar o litro a R$ 4,77 (comum) e R$ 4,79 (aditivada).

Nos postos pesquisados, o preço mais elevado da gasolina não variava muito, apenas dois centavos, chegando a R$ 4,79. A diferença maior era observada na aditivada, encontrada por R$ 4,95 – R$ 0,16 mais cara do que no local mais em conta. Já para o litro do diesel S10, os preços oscilavam entre R$ 3,65 e R$ 3,75 nas bombas. Em praticamente todos os locais, os preços haviam baixado na quinta passada, o que não descarta a possibilidade de uma nova queda após o comunicado mais recente da Petrobras.

Fonte: http://www.gaz.com.br

Deixe um comentário